Entulho

Distinguindo o trágico do supérfluo

Archive for outubro \24\UTC 2016

Moro solta Youssef, que ficará preso em casa

Posted by iscariotes em 24 de outubro de 2016

Fonte: Brasil 247

Dois dias depois de prender Eduardo Cunha, que foi o político mais poderoso do Brasil e conduziu o golpe parlamentar de 2016, o juiz Sergio Moro soltou o doleiro Alberto Youssef, que ficará preso em sua residência.

A Operação Lava Jato começou em março de 2014, quando Youssef e Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, foram presos pelo juiz paranaense.

Desde então, dezenas de delações ocorreram e a Lava Jato aproxima-se de seu ápice com as acusações a políticos que teriam se beneficiado dos esquemas na Petrobras.

Preso desde março de 2014, o doleiro só poderia cumprir três anos de prisão em regime fechado. Um acordo posterior liberou o doleiro para cumprir na prisão 2 anos e 8 meses de pena – os quatro restantes, em regime domiciliar.

Se Youssef sai, continuam presos personagens ligados ao PT, como José Dirceu, Antônio Palocci e João Vaccari, assim como os maiores empreiteiros do País, que são Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro.

Em http://www.brasil247.com/pt/247/parana247/261447/Moro-solta-Youssef-que-ficar%C3%A1-preso-em-casa.htm

Anúncios

Posted in Brasil, Política | Leave a Comment »

A midiática Operação Hashtag faz sua 1ª vítima fatal: suspeito é morto em presídio

Posted by iscariotes em 15 de outubro de 2016

Fonte: GGN

Jornal GGN – Sem sequer constar na lista de oito suspeitos de preparar atos terroristas de olho na Rio 2016 que foram denunciados pelo Ministério Público em setembro, Valdir Pereira da Rocha, 36, que estava preso desde julho, foi espancado até a morte por outros detentos de um presídio público na capital do Mato Grosso.

Segundo informações de um portal de notícias local, Valdir havia sido transferido para a Cadeia Pública de Várzea Grande há apenas um dia, a mando da Justiça Federal. Os presos da Operação Hashtag, anunciada pelo ministro Alexandre de Moraes, foram levados, inicialmente, para um presídio de segurança máxima.

À época, Moraes convocou uma coletiva de imprensa para vender a operação como um sinal de que o Brasil não daria margem a qualquer suspeita de atentado terrorista em meio aos jogos olímpicos. Cerca de 10 homens foram presos, com base na lei anti-terrorismo, pelo que Moraes chamou de “atos preparatórios”. Nem todos foram denunciados pelo MPF.

Da Gazeta Digital

Suspeito de ligação com Estado Islâmico, preso em julho deste ano, Valdir Pereira da Rocha foi morto por espancamento na tarde de sexta-feira (14), no Cadeia Pública do Capão Grande, em Várzea Grande, para onde havia sido transferido no dia anterior.

De acordo com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Mato Grosso (Sejudh), o detento foi transferido da Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul (MS), na quinta-feira (13), sob pedido da Justiça Federal, para que permanecesse na Cadeia Pública de Várzea Grande, com uso de tornozeleira eletrônica em regime fechado.

Valdir se entregou em julho deste ano, em Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá), depois de ser procurado pela Polícia Federal, sob suspeita de integrar grupo que supostamente planejava ataque terrorista durante os jogos olímpicos, realizado no Rio de Janeiro. Operação Hashtag, prendeu nas primeiras semanas, 15 pessoas em 9 estados brasileiros que foram encaminhados para o presídio do MS, entre elas, Valdir.

Presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen/MT), João Batista, explicou que Valdir foi espancado por vários presos de uma cela, dentro da cadeia, no início da tarde.

Ele foi socorrido até o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG), em estado gravíssimo, mas sofreu morte encefálica no início da noite. A Sejudh informou ainda que a agressão que provocou a morte do preso está sob investigação.

Operação Hashtag – O Ministério Público Federal (MPF) denunciou 8 pessoas à Justiça Federal por envolvimento com organizações terroristas. Elas foram identificadas antes da realização dos Jogos Rio 2016.

Alisson Luan de Oliveira, Leonid El Kadre de Melo, Oziris Moris Lundi dos Santos Azevedo, Israel Pedra Mesquita, Levi Ribeiro Fernandes de Jesus, Hortêncio Yoshitake, Luís Gustavo de Oliveira e Fernando Pinheiro Cabral foram acusados pelos crimes de promoção de organização terrorista e associação criminosa. Cinco dos denunciados também vão responder por incentivo de crianças e adolescentes à prática criminosa.

Além destes, o MPF solicitou que os suspeitos Daniel Freitas Baltazar, Hortencio Yoshitake, Vitor Barbosa Magalhães e Valdir Pereira da Rocha fossem monitorados com tornozeleiras eletrônicas.

Em: http://jornalggn.com.br/noticia/a-midiatica-operacao-hashtag-faz-sua-1%C2%AA-vitima-fatal-suspeito-e-morto-em-presidio

Posted in Brasil | Leave a Comment »

Hillary Clinton Email Archive – Marcelo Tas

Posted by iscariotes em 14 de outubro de 2016

Fonte: Wikileaks

From: Cheryl Mills
To: Hillary Clinton
Date: 2011-08-13 21:05
Subject: MARCELO TAS

UNCLASSIFIED U.S. Department of State Case No. F-2014-20439 Doc No. C05784203 Date: 09/30/2015

RELEASE IN FULL From: Mills, Cheryl D <MillsCD@state.gov>
Sent: Monday, August 15, 2011 4:5AM
To: Subject:
Fw: Marcelo Tas

From: Ross, Alec)
Sent:Sunday,August14,201107:19PM
To:Mills,CherylD;Jacobson,RobertaS Subject:
Fw:MarceloTas

Cheryl+Roberta: Always impressed by Tom’s thinking/analysis. The below interesting….

• Alec Ross
Senior Advisor for Innovation

Office of the Secretary of State

From: Shannon, Thomas A
Sent:Sunday,August14,201105:22PM

To:Ross,Alec3 Cc:Chapman,ToddC
Subject:RE:MarceloTas

Alec: Thanks for your note. This is great news, and a very powerful example of what you have been able to accomplish. The dramatic content of social media messaging from Syria, and your effort to amplify it, has had a positive impact here. As the violence and killing have mounted, the traditional arguments used here in defense of the sovereignty of the government of Syria and to keep Brazil on the sidelines of this event have eroded. It is worth noting that the recent IBSA mission to Damascus was an example of how Brazil, India, and South Africa felt they could not work within the BRICS context because of significant differences with the Chinese and Russian over human rights. Even this mission, however, will be a source of problems for the countries that participated. The very traditional images of diplomats seated in conversation with the Syrian President and Foreign Minister were overwhelmed by the social media images of the violence that continued that same day, with 15 dead. The promises made by Bashir and his FM in the meeting, and which were repeated in the statement released by the visiting IBSA delegation, stood in stark contrast to images of tanks firing into crowds. A disconnect exists here between the traditionalism of the foreign affairs experts, and the emerging world of social media. The traditionalists still do not understand what they are up against, and have relied on the relative inertia of most Brazilians regarding foreign affairs. However, this is changing UNCLASSIFIED U.S. Department of State Case No. F-2014-20439 Doc No. C05784203 Date: 09/30/2015 rapidly, and events in Syria could be what defines a new stage in building popular content into Brazil’s foreign policy. Regards, Tom From: Ross,Alec Sent: Friday, August 12, 2011 12:31 PM To: Shannon, Thomas A Cc: Chapman, Todd C Subject: Marcelo Tas Tom, Small thing I thought you would find of interest; you’ve heard me talk about how we should cultivate “social media influencers” for the purpose of validation and amplification of our message. Embassy Brasilia set up a coffee for me and Marcelo Tas during my brief trip to Brazil in April. Very positive visit. This morning, I pushed out some Syria-related content on Twitter. Tas picked up on it, built in a Portuguese translation, and then disseminated to his nearly 2 million followers on Twitter. That then ricocheted around Brazilian social media circles where it was further amplified so that literally millions and millions of people in Brazil (perhaps 10M+) have read the content we pushed out. More importantly, they don’t think of it as something the USG is pushing out, but rather Marcelo Tas. In translating and disseminating the content himself, he became its publisher and validator. It’s a small thing, but a good thing; an example of how to use “networks” for local amplification and validation. My best, Alec Alec Ross Senior Advisor for Innovation Office of the Secretary of State (202) 647-6315 RossAJ@State.gov

 

 

 

 

 

Posted in Brasil, História, Política | Leave a Comment »

Moeda chinesa passa a integrar cesta de elite do FMI

Posted by iscariotes em 2 de outubro de 2016

Fonte: Reuters

O iuan chinês passou a integrar neste sábado uma cesta de moedas de reserva do Fundo Monetário Internacional (FMI), um marco para a campanha de Pequim na busca pelo reconhecimento do poder econômico da China.

A moeda chinesa se junta ao dólar, ao euro, ao iene e à libra esterlina na cesta dos direitos especiais de saque (SDR, na sigla em inglês) do FMI, que determina as moedas que os países podem receber como empréstimo do fundo.

O evento que marca a primeira adição de moeda na cesta desde o lançamento do euro, em 1999.

O iuan, também conhecido como renminbi, ou “moeda do povo”, foi adicionado à cesta do FMI no mesmo dia em que o Partido Comunista comemora a fundação da República Popular da China, em 1949.

“A inclusão na SDR é um marco na internacionalização do renminbi e é uma confirmação do sucesso do desenvolvimento econômico da China e resultado de uma reforma e abertura do setor financeiro”, disse o Banco Popular da China um comunicado.

Em http://br.reuters.com/article/topNews/idBRKCN1213MO

Posted in Economia, História, Mundo, Política | Leave a Comment »