Entulho

Distinguindo o trágico do supérfluo

Archive for maio \29\UTC 2012

EUA multam Ericsson em US$ 1,5 milhões por romper bloqueio a Cuba

Posted by iscariotes em 29 de maio de 2012

Fonte: Opera Mundi

A sucursal do Panamá da Ericsson, maior fabricante do setor de celulares, terá que pagar uma multa de 1, 55 milhões de dólares ao Departamento de Comércio dos EUA por violar os bloqueios de exportação impostos pelo país contra Cuba.

De acordo com o documento obtido pela Reuters, a pena foi anunciada na última quinta-feira (24/05), mas ainda não foi publicada oficialmente. A sentença revela que a sucursal panamenha da companhia enviava equipamentos danificados de Cuba para assistências técnicas dos EUA.

Por pressão da diplomacia norte-americana, a Ericsson do Panamá confessou voluntariamente suas práticas dentro do mercado cubano de comunicação móvel e concordou com a multa estabelecida.

No texto, consta que a companhia “sabia que as exportações dos EUA a Cuba eram ilegais, já que havia sido informada por sua matriz sobre a restrição imposta pelo país a Cuba”.

O porta-voz da Ericsson, Federico Hallstan, se pronunciou na sede da companhia, na Suécia, e disse que “este não era o procedimento padrão” da empresa. Mais além, ele assegurou que os procedimentos “já foram modificados”.

Os três empregados que supostamente lideraram essas negociações com Cuba foram despedidos depois que o plano veio à tona dentro da companhia. Os EUA perseguem por todo o planeta os contratos de qualquer empresa ou sucursal norte-americana que mantenha relações com Cuba. Isso em virtude de um bloqueio econômico, financeiro e mediático que dura mais de 50 anos.

Em http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/22115/eua+multam+ericsson+em+us$+15+milhoes+por+romper+bloqueio+a+cuba+.shtml

Anúncios

Posted in Mundo | Leave a Comment »

Brasil: 75% da classe A e 83% da C baixam conteúdo pirata na web

Posted by iscariotes em 11 de maio de 2012

Fonte: Terra Magazine

Por Silvio Meira

O IPEA, instituto de pesquisa econômica aplicada, no comunicado 147, trata do download de músicas e filmes no brasil: um perfil dos piratas online. luis cláudio kubota e rodrigo abdala filgueiras de sousa apresentaram o estudo que, como muito do que vem da mesma fonte, é um texto valioso. sabia que só há cinemas em apenas 508 dos de 5564 municípios brasileiros?

sabendo, você se assustaria ao descobrir que 75% da classe A, 80% da B, 83% da C, e 96% das classes D e E são “piratas”, pelo estudo do IPEA? pirata, aqui, rotula quem “baixa” conteúdo pelo qual sabe que deveria estar pagando… mas não paga. a classificação do IPEA é frouxa: você baixou algo nos últimos três meses [pouco importa se pagou ou não…] E pagou por algum conteúdo online nos últimos doze meses?… OK, você não é pirata. mesmo que tenha comprado só um ringtone no último ano e tenha baixado todas as suas séries preferidas usando métodos não necessariamente aprovados pelos detentores de copyright.

mas, e se você mora em taperoá, quer pagar para ver um filme no cinema e não há um por lá? pirataria, ao fim e ao cabo, pode não ser questão de preço, mas de acesso. ou qualidade do conteúdo. ou os dois, ao mesmo tempo. pirataria, sabe-se há muito, pode ser apenas mais um modelo de negócios

agora, pense: há tempos em que a moral e a ética estão à frente da lei e a última precisa ser reescrita para dar conta da evolução das primeiras. se mais de 3/4 da população de todas as faixas de renda e níveis de educação está “pirateando” conteúdo na rede… será que as pessoas estão “certas” e a lei está “errada”?…

a suíça, país onde 1/3 da população é “pirata”, descobriu há pouco tempo e contra a poderosa pressão da indústria global de direitos autorais, que a cópia pirata, para uso pessoal, não afeta de forma significativa o mercado de conteúdo… e que, por isso, o download de conteúdo, para uso pessoal, é absolutamente legal.

se rolar um voto sobre “legalidade” da pirataria [para uso pessoal] no brasil… os “piratas” quase que certamente ganhariam. caso contrário, e dando crédito aos números do IPEA, nossa hipocrisia estaria em órbita. e logo ali em eta carinae. e, apesar de compartilhar o continente com os EUA, nem sempre precisamos ser tão hipócritas quanto; podemos, se vamos imitar alguém, fazê-lo com os suíços…

Em http://terramagazine.terra.com.br/silviomeira/blog/2012/05/11/a-pirataria-em-nmeros-brasileiros/

Posted in Brasil | Leave a Comment »